domingo, 23 de novembro de 2014

DE ANDREA HERMÍNIA PARA MARIA JOSÉ AGUIAR SILVA -TIA TECA - 80 ANOS









Filhas e netas de Nenem: Sílvia,Angélica,Eugênia,Anete, Maria Hermínia,Andréa e Alaíde
Tia Teca, uma mulher de fibra, que com seu jeito manso e simples sempre nos recebeu com tanto carinho! Que lembranças tenho da minha infância no convívio com titia? Da mesa sempre farta de delícias, das longas gargalhadas com meus queridos primos e prima, do cheiro sempre puro da horta, do ar interiorano na casa ou na fazenda em Lagarto. Do modo muito genuíno de viver, de uma mulher cujas marcas são a simplicidade e a força. Uma mulher linda, de passos largos, mãos generosas, riso pueril e olhar bucólico. Te amo e te admiro titia!!! Deus cobre tua vida de bênçãos, luzes, saúde, amor e muita paz no coração.

 

Beijo grande!!!

         Dedéa (a caçulita de Neném rs)."

terça-feira, 21 de outubro de 2014

MARIA JOSÉ DE AGUIAR SILVA (TETÉ) - 8O ANOS





ENCANTAMENTO - NA FESTA DOS 80 ANOS














BIOGRAFIA

  
Maria José Aguiar Silva (Teté) nasceu em 11 de outubro de 1934, na Fazenda João Vieira município de Cedro de São João-Sergipe.
Terceira filha do casal Manoel Gomes de Aguiar e Maria Anita do Nascimento Aguiar, Maria José cresceu na Fazenda Brejinho, onde aprendeu as primeiras letras e foi alfabetizada por sua mãe. Assim, já sabia ler e escrever quando começou a estudar na escola pública em Malhada dos Bois. Lá estudou com as professoras, Maria do Carmo e Valdice, ambas com diploma do Instituto de Educação Ruy Barbosa.
Por conveniência dos pais, ela e seus irmãos passaram a estudar na Escola Nossa Senhora do Carmo, na Fazenda Brejinho, escola criada por seu pai e seus primos Daniel e Romeu Figueiredo, vizinhos de propriedade.  Posteriormente, estudou  no Colégio Nossa Senhora das Graças, na cidade de Propriá.  Maria José também fez curso de corte e costura e sempre ajudava à mãe nas tarefas domésticas.                                 
 Ainda adolescente, conheceu Geraldo Dias da Silva (Porfírio) ,com quem namorou, noivou e veio a casar aos 17 anos. Teve sete filhos, Luís Antonio, Normélia, José Carlos, João Alberto, Geraldo, Paulo Augusto e Emanoel Bonfim, e cumpriu seus deveres maternos com muito desvelo. Boa esposa, conviveu, com muito amor e cumplicidade, com seu marido até o falecimento dele em 1993.                                    
Quando Maria José casou foi morar em Malhada dos Bois onde,  além de ajudar ao marido na sua casa  comercial, lecionava no grupo escolar. Logo foi  alçada à função de Diretora. Sempre estudou muito e mantinha-se atualizada fazendo vários cursos. Foi marcante sua atuação como diretora  e professora. Dedicada e exigente formou alunos que se destacaram em diversas áreas de atividades e que se orgulham em dizer que “ a base para o sucesso foram os ensinamentos de Dona Teté, a grande professora Maria José de Aguiar Silva”.
Com o passar do tempo e com o trabalho intenso dela e do marido, compraram uma pequena propriedade onde criavam gado e, usando financiamento da Caixa Econômica Federal construíram uma casa em Aracaju, na Avenida Hermes Fontes. Sobre sua vida, assim descreveu seu cunhado José Teles de Menezes Sobrinho




"Maria José, seu nome. Nascida em berço humilde, filha de pais trabalhadores, que

souberam, com rigor e disciplina, manter a unidade familiar, educando os filhos para a vida, dando-lhes o estudo como prêmio. De Maria, mãe de Jesus, a José, aquele que abraçou Jesus como seu verdadeiro filho, concebido pelo Espírito Santo, herdou valores que a conduziram até hoje, construindo uma bela família, educando-a e orientando-a ao lado do esposo Porfírio com respeito, rigor e amor maternal. "Não negou varas" aos seus filhos, na tarefa de educar. Para vencer dedicou-se à linda profissão de professora do ensino primário, hoje ensino fundamental, preparando-se pedagogicamente, fazendo cursos e participando de encontros, seminários e atividades voltadas ao bem servir à profissão e a bem preparar os seus alunos. Isto lhe valeu crescimento pessoal e hoje é reconhecida pelos seus alunos como Mestra invejável, querida e competente. Que desejaria a mais uma educadora além do reconhecimento de seus alunos?
Maria José, a querida Professora Teté para seus alunos, visionária, resolveu dar maiores 






vôos. Precisava investir mais na família. A cidade de Malhada dos Bois, onde morava e ensinava, não oferecia oportunidade para o crescimento de seus filhos. Com seu esposo, comerciante na cidade de Malhada dos Bois, decidem transferir o comércio dele para Aracaju, visando oportunizar a ida dos filhos para um centro mais adiantado. Não precisa dizer as dificuldades que enfrentaram.





Contando com o apoio de sua irmã Maria Hermínia, considerada por seus filhos "Mãe de Todos Nós", e de seu esposo Luiz Alves de Oliveira,  para quem não existiam obstáculos intransponíveis, realizou o sonho de todos que moram no interior, construiu uma casa em Aracaju, com financiamento da CEF e,  para  ajudar no pagamento das prestações, a alugou.

  

Com a vinda da família para estudar, constrói novamente com apoio de Luiz Alves, nos fundos da primeira casa, que era de esquina,  um apartamento minúsculo, com frente para a Rua Nino Porto, para onde se transferiu  com todos os filhos e o esposo.


Novos rumos, novos planos, novos desafios. Seu esposo deixou para traz a sua casa larga, com vários cômodos e, o que foi mais sério, abandonou sua mercearia espaçosa de "secos e molhados", seus fregueses - era assim que se denominavam os clientes - e seus familiares e amigos. No dizer do artista Gilberto Gil: "dura caminhada”... e Gil ainda diz, na mesma poesia DRÃO: o grão semeado nasce trigo...” Porfírio se estabelece com um boteco no mercado central de Aracaju, ficando próximo aos filhos que passam a estudar na capital. É o início de um novo desafio.
 Maria José, a grande timoneira dessa nau, sabe que o rumo está certo. Estudando, como sempre fez, sem abandonar as atividades ditas "do lar", que consomem tempo e energia, submete-se a concurso público a nível nacional para o INSS; vai disputar uma vaga no então serviço público, pois a remuneração e as condições de trabalho são compensadoras. Logrou aprovação com classificação que lhe dava direito a escolher três locais para trabalhar. Optou por Lagarto, cidade com perspectivas de crescimento. Uma nova mudança se processa com novos planos. Seu marido se estabelece em Lagarto, seus filhos seguem a sua orientação, sempre priorizando os estudos
e o trabalho.
Sua atuação no INSS dignificou o órgão na assistência aos associados. Sua vida em Lagarto foi de progresso para toda sua família. Uma mulher simples, honrada e de conduta ilibada, legado que passou para os filhos, irmãos e amigos que a admiram. É uma mulher simples, porém de posições fortes. Mãe, esposa, avó, sogra que vê na família a razão maior de viver. Amiga sincera, que não muda seu semblante para se opor ao que não concorda. Teté, a mulher!


José Teles de Menezes Sobrinho (Zequinha)"

 

HOMENAGEM A MARIA JOSÉ AGUIAR SILVA





APRESENTAÇÃO



 AMOR é a essência dessa homenagem que brota livremente como as flores nos campos que embelezam a natureza, e as águas das nascentes que correm livremente e vão desaguar no oceano. Assim, emergiram sentimentos de tantos corações, que vão aquecer o coração de nossa querida TETÉ, Maria José Aguiar Silva, neste dia de Ação de Graças por Deus lhe permitir completar, com lucidez e energia, os seus 80 anos de vida.
As mensagens estão dispostas na ordem em que foram chegando respeitando o tom coloquial que cada um usou para expressar suas emoções.
 
A idéia da homenagem surgiu e foi logo abraçada com entusiasmo por todos, aos quais agradeço de coração por tornarem possível esse trabalho. Além dos que mandaram fotos para suas mensagens como Anita Hermínia que mandou algumas fotos com Teté, Rosana, Paulinha de Lagarto, Vanessa de Marizete foram verdadeiros soldados à caça de informações fotografias, que infelizmente não puderam ser todas usadas.
 Assim , a organização foi minha, mas o mérito é de todos que com muito amor e carinho quiseram render um homenagem especial a essa grande mulher.
Roza
 

                                                                                        

                     

SAUDAÇÃO DE SEU BISNETO
Vó Teté,
Para mim é um verdadeiro exemplo de que não é preciso extravagância para ser feliz e que a simplicidade é o principal ingrediente para uma vida longa, feliz e com muito amor, cercada de pessoas queridas e que nos amam, e é com muito orgulho que tenho a senhora como bisavó. Parabéns e que este dia se repita por vários anos!Que tal?
Do bisneto.
Geraldo
MOMENTOS

SAUDAÇÕES DE PARENTES E AMIGOS





POSE NO DIA DOS 80 ANOS, LADEADA POR ANGÉLICA E ALAÍDE

TIA TECA



Tia Teca, querida e amada por todos, 


Irmãos sobrinhos filhos e e   amigos,

A professora dedicada!                  


 
Tão simples, apesar de sua inteligência refinada,
Engraçada por tamanha espirituosidade,
Completa hoje seus 80 anos de vida abnegada,
Abençoa - lhe Senhor toda a sua caminhada!
Inspiração acróstica de sua sobrinha que lhe admira e lhe ama muito. Angélica e todos os meus...
Parabéns e Feliz aniversário!
Angélica Hermínia                                                                     



Minha irmã
Que Deus lhe ilumine e multiplique esses 80 anos pra que você viva muito e com muita saúde! Deus lhe dê muita paz de espírito para levar em frente a vida que deve ser bela enquanto existir!!Deus lhe abençoe!!!
Anita (NIU) e família


 
Tia Teté,
80 anos!! Lembro-me que quando criança ia muito a Lagarto fazer visitas a Tia Teté... Infelizmente essas visitas foram ficando a cada ano mais escassas... Mas o amor por essa tia maravilhosa continua batendo aqui no peito, e sempre faço um ou outro comentário dessa mulher guerreira. Lembro que no ano de 2005 fiquei radiante e incrédula quando a vi, sentada no banco, enquanto eu entrava na igreja para a celebração da missa 80 anos!! Lembro-me que quando criança ia muito a Lagarto fazer visitas a Tia Teté... Infelizmente essas visitas foram ficando a cada ano mais escassas... Mas o amor por essa tia maravilhosa continua batendo aqui no peito, e sempre faço um ou outro comentário dessa mulher guerreira.
em ação de graças pela minha formatura.
Mais feliz ainda fiquei nesse ano, 2014, quando ela me ligou para saber do nascimento da minha segunda princesa Maria Helena. E é por isso tia... Por pequenos gestos que nos sentimos amados... Que não importa a distância que nos encontremos sempre iremos lembrar uns dos outros... E uma simples ligação, mesmo que rápida porque "telefone tá caro, minha fia!", faz sempre nos sentirmos próximos. E nesse dia tão especial não só para a Senhora quero desejar muitos, muitos e muitos anos de vida. Que Papai do Céu nos dê a mais bela honra de está em sua companhia por mais 80 anos cheios de saúde. Parabéns!
Anita (de Carmo), Jeirlan, Ana Cibele e Maria Helena.
   
M

TIA TETÉ
O aniversário de 80 anos é, sem dúvida, um marco na vida de uma pessoa, afinal, depois de viver tanto assim, quantas experiências e sabedorias essa pessoa já carrega Consigo, histórias vividas, acontecimentos passados, de fato viver tanto assim é um
privilégio é um privilégio para poucos. Por isso mesmo, quando esta data chega é de primordial importância que comemoremos muito junto à pessoa amada que conseguiu passar toda uma vida de felicidades, às vezes desgostos, alegrias e algumas vezes tristezas, e mostrar a ela o quanto ela ainda é muito importante em nossas vidas, e que ao contrario do que se pensa hoje em dia, mostrar que a experiência dela adquirida com os anos só nos faz

querê-la bem mais e mais.
Vanessa, Claudivan, George e Marizete Cristina.

 Minha mãe
80 é muito pouco para o que a senhora representa para aqueles que, de um modo ou de outro,conviveram ou conheceram um pouquinho de sua história de vida; mulher guerreira, exemplo de vida em todos os sentidos, mãe adorável, reflexo do meu viver, imagem que nunca esquecerei, amor da minha vida.
Mamãe, com fé em Deus iremos comemorar, simplesmente como gosta, muitos e muitos anos de sua vida, pois Deus reservará um local muito especial para aqueles especiais, porque a senhora merece. Um beijo de seu ponta de rama.
Emanuel
 

MENSAGEM DE ANDRÉA HERMÍNIA
Tia Teca, uma mulher de fibra, que com seu jeito manso e simples sempre nos recebeu com tanto carinho! Que lembranças tenho da minha infância no convívio com titia? Da mesa sempre farta de delícias, das longas gargalhadas com meus queridos primos e prima, do cheiro sempre puro da horta, do ar interiorano na casa ou na fazenda em Lagarto. Do modo muito genuíno de viver, de uma mulher cujas marcas são a simplicidade e a força. Uma mulher linda, de passos largos, mãos generosas, riso pueril e olhar bucólico. Te amo e te admiro titia!!! Deus cobre sua vida de bênçãos, luzes, saúde, amor e muita paz no coração".
 
Beijo grande!!! Dedéa (a caçulita de Neném rs)."

                                                                                            


TETÉ,

O que falar da minha primeira mestra. Influência direta na minha profissão. Vamos relembrar os sábados em que ficávamos esperando-a na sede do Brejinho com sua prole e ao meio dia olhando para ladeira de Zé Isidoro para pegar o pacote de mariola e bombons de mel jogado por tio Profírio. Era o dia da alegria para todos principalmente para vovó. Sua coragem em tomar decisões na sua vida já diz tudo.

Parabéns e no dia dos seus 80 anos quem recebe o presente somos nós. Anita Fátima
Estas orquídeas, tia Teca, representam nosso amor! Parabéns!
Estou cultivando-as há três anos, foram presentes de Felipe e Ana, estão florindo para celebrar seus 80 anos! Deus a abençoe e ilumine sempre! Anita, Fernando e filhos! Anita Hermínia
 
Eu, Lipe e Fla fomos abençoados pois tivemos duas avos maternas: vovó Neném e vovó Teté. Infância feliz catando jabuticaba e torrando castanha de caju. Te amamos vovó. Feliz Aniversario. De seus netos: Fernanda, Felipe e Flávia.
Vovó Teté,
Essa felicidade que a senhora vê nesta foto é o fruto de muito aprendizado. Agradeço a Deus por ter nessa vida ter passado na sua vida. te amo muito. Alex
         Minha avó,


Difícil falar de alguém que tenho como exemplo a seguir que para mim representa sabedoria, sobriedade, vivência, conselheira; tudo dentro de um ser simples sem frescura e exageros, vamos lá.
Vovó, conheci o valor de uma mãe para um filho muito cedo antes mesmo de intender o que isso significava, cresci vendo através dos olhos do meu pai ---Era um brilho sem igual um sentimento tão grande que se concretizava aos sábados, que chova ou faça sol, estávamos em Lagarto sempre com um presentinho um agrado, muitas vezes sem valor comercial mais uma grande prova de que ele não a esquecia um instante. E a vida foi colocando provas para fortalecer esse amor e com 40 anos vi meu pai se tornar um bebê e vovó, guerreira como sempre foi, buscou forças no amor cultivado e profundo, preparado por Deus para tanto. E como se diz "nessa vida só se vão os bons" meu pai se foi e junto com ele um pedaço de minha avó se foi junto, o pedaço aquivalente à alegria, idas a festas, casamentos etc...
 A experiência disse que para aprender a lidar com a dor inenarrável a solução era se recolher no sítio, lugar simples singelo íntimo.
Hoje só tenho a agradecer a Deus por ter-lhe ao nosso lado, por ver meus filhos terem tanto orgulho em falar da bisavó: da comida maravilhosa que ela faz, das histórias contadas, do cheiro...
Amo-te muito. Que venham as comemorações que a senhora merece! Tá aí um átomo diante do universo que vovó significa para mim!
Anita Silva

Dona Teté

80 anos... D.Teté... Tia Teté... Como já dizia o nosso querido "Vinicius de Moraes”, que me desculpem as feias, mas a beleza é fundamental... A conheço pouco mas, nesse "pouco" pude perceber em te "una bella mujer" ... Meiga... Reservada... De olhar cativante, daqueles que depois de se ver uma só vez, fica eternamente gravado em nossa memória... 80 anos não é pra quem quer chegar lá... 80 anos é privilégio de poucos, é presente divino, é poder conhecer mais a fundo os segredos da vida, vida esta que nosso grande mestre e senhor "Deus", reservou para poucos e a "D.Teté", é uma dessas "raras pessoas", escolhida por ele para viver este grande e inesquecível momento... 80 anos, data única, linda e muiiiitoooo "Es-pe-ci-al"... Que seja iluminado/abençoado/guiado e festejado com muitas alegrias, muito amor e felicidades infinitas!!! ... *Sorriso bonito, olhar de quem sabe muito da vida... Por experiência sabe a diferença entre viver e sonhar... Mulher de 80... Tu és o belo e insubstituível exemplo de " una bella joven y gran mujer !!! Parabéns tia "Teté"... ... ... ... ...

Sandra e Hermínio
  
 Geraldo Filho e os netos Geraldo e André
Querida tia,  seu silêncio e reclusão não são suficientes para esquecermos os momentos maravilhosos que a senhora nos proporcionou e estão sempre presentes nas minhas doces e deliciosas lembranças. Desde as viagens com Vonide para Lagarto, onde com muita simplicidade, amor e humor passávamos dias maravilhosos. Te amo, tia Teca e te admiro por esta natureza espontânea forte e amorosa. Beijos.
 Ana Hermínia
Tia Teca ou Tia Teté
Recordar é viver os maravilhosos tempos de Malhada dos Bois, quando íamos ao seu armazém, situado em localização estratégica, e com muitos produtos, onde comíamos a vontade, e tínhamos a sua grande receptividade, com o saudoso Tio Porfirio e os adoráveis primos que somente nos proporcionavam alegrias e felicidades!
Sinto muita falta do Tio Porfirio, da Norma, do Geraldo, parceiro irmão de todas as horas, mas quero nos seus 80 anos lhe abraçar, e testemunhar que a senhora continua firme e forte, nos trazendo seus exmplos de carinho, sinceridade, amor e educação ao próximo!
Carlinhos, Eline e Filhos.
Minha avó,
Que maravilha estar mais uma vez participando
de um momento tão importante da sua vida, seu aniversário!
Passei muito da minha vida ao seu lado vovó, e posso dizer que muito tenho aprendido com a senhora. Tenho o privilégio de ter alguém assim tão especial, cheia de sabedoria, de amor a vida e a todos que a rodeiam.
Peço a Deus que a abençoe sempre, que lhe fortaleça, dando-lhe longos e bons dias, para desfrutarmos da companhia uma da outra.
Uma guerreira que chegou aos 80 anos com toda essa vitalidade e toda moderna de Whatsapp.. kkkkkkkk!!
Parabéns Vovó Teté!!
Da sua neta:
Rosana Aguiar (Zane).


                                

                                                              Tia Teca,
Zezé, Neném e Teté
Quantas vezes quis lhe visitar para lhe abraçar, sapecar uns cheiros cheios de gratidão, de alegria e não o fiz...
Já escrevi outro dia sobre a doce lembrança que me vem vez em quando: a gente na mesa de sua casa da Malhada comendo um feijão de caldo ralinho, tão gostoso, com farinha, carne e mariola.
Uma emoção mareja meus olhos, neste momento, de comunhão e homenagem, e os fecho para abraçá-la em meu coração, desejando muitos, muitos, muitos anos ainda aqui, plenos de sua sabedoria e autenticidade.
Com amor,
Anete.

                                                                        Vó,

Quero hoje te render homenagens por seus exemplares 80 anos de vida.
És para mim exemplo de mulher forte e de caráter grandioso. Professora das letras e da vida!

Na simplicidade, cumpre fielmente seu papel de mãe, avó e amiga verdadeira. Devo-te minhas melhores lembranças de infância... Obrigada por tudo!
Rogo a Deus que te conceda muitos e muitos anos de vida, pois o presente de sua existência é meu!
Feliz aniversário! Parabéns!
Sua neta,
Marcelle e meus irmãos Marllus e Marcília


Dona Teté,  Um presente divino os seus 80 anos!

Minha sogra há 35 anos ,uma pessoa resiliente, de  simplicidade contagiante.

Guerreira ,exemplo de vida em todos os sentidos, sempre foi uma alavanca para um bem maior na vida familiar e profissional.

Que DEUS te abençoe sempre, muitas felicidades

Luziene.

                                                           

                                                     Mãe,


 
Quero agradecer a sua amizade, seu apoio, sua mão que nunca deixou de amparar meus passos em minha vida. Fico muitíssimo grato pelo carinho que sempre me dedicou.Cada dia que passa a senhora se torna mais companheira, sendo o meu melhor exemplo e minha maior referência de vida.
Feliz aniversario. Que os espíritos bons possa recompensá-la por todos os dias que me tem dedicado a sua atenção e seu amor.
Desejo que tenha muita saúde, paz e felicidade, pois a minha é tê-la ao meu lado.
Parabéns mãe pela pessoa que sou, afinal foram seus ensinamentos que me levaram a ser a pessoa que sou hoje.
Parabéns por hoje, seu aniversario, e por todos os dias  de uma mãe digna, responsável, carismática, atenciosa, presente e participativa. Minha bênção!
Paulo.
Vovó Teté,
Hoje posso ver que a senhora è como uma flor apreciada por todos nos.

Deus lhe deu capacidade para amar, cuidar, educar e ser o coração de nossa família. É um exemplo de mãe, esposa, avó e mulher, pois tem um
coração repleto de generosidade, dignidade e amor.
Que o senhor nos dê a dádiva de podermos comemorar esta data especial por muitos e muitos anos. Querida avó, por tudo o que me ensinou e por toda a alegria que sempre me deu, receba o meu sincero e carinhoso voto de um feliz aniversario. Que além dos aniversários e através do sempre a senhora seja muito feliz, pois com certeza Nossa Senhora vai presentear-lhe com muitos dias iguais a este.
Feliz aniversario vovó, que Jesus Cristo lhe preserve assim, essa avó
maravilhosa, que me faz tão feliz. Tenha um dia maravilhoso, cheios de bênçãos para iluminar ainda mais o seu belo caminho, sua bela vida.
Felicidades vovó!
Paula
                                                        Vó teté,
"O nordestino é antes de tudo um forte,
Porém alguns destes fortes, por ter a sensibilidade em seu estado mais puro, se deixam se cobrir de flores e relva.
A austeridade dá lugar a paz e ao convite de boas lembranças.
Esta união da resiliência e a leveza de um afago materno caracteriza este ser, a quem o destino me deu a oportunidade de conviver deste pequeno.
 
Se hoje ando altivo, lembro do cuscuz de outrora.
Se hoje respiro tranquilo lembro do ar da Fazenda São Geraldo a me curar as
crises de asma.
Pequenos gestos do dia a dia carregados de amor. Isso é vovó Teté!
Querida vovó, por tudo isso e infinitamente mais lhe agradeço por todo o carinho e amor!! Nunca esqueça o quão a senhora é especial a todos nós!
 Do seu querido neto, Felipe Hermínio O. Souza
"Está ai! Viva Lagarto!!!

 Tia Teté,

neste dia especial de sua vida quero registrar meu orgulho por ser seu afilhado e sobretudo pela sua abnegada luta para criar a sua família.  Rogo a Deus que continue abençoando  sua vida. Parabéns e muitas felicidades . Abraços.  
Luizinho, Fátima, Luiz Neto, Walter e Vitor.      
Com carinho, essa rosa
  TIA TECA,                                                               
Não posso deixar de expressar os meus sentimentos por esta mulher que nos deu muito exemplo de vida: GUERREIRA, BATALHADORA, COMPANHEIRA E DE PERSONALIDA DE FORTE.
Quando fui morar em Lagarto tive a honra de estar ao lado da minha admirável TIA, onde fui acolhida como filha por ela e todos seus familiares. Com toda sua calma, usava de sua inteligência para reunir todos nós, nos finais de semanas em sua casa fazendo comidas da sua especialidade e doces de todo tipo no fogão de lenha, depois do almoço ficávamos todos reunidos de baixo dos pés de mangueiras para relembrar o BREJINHO, momentos inesquecíveis guardado nas nossas mentes.
Por tudo isso, só tenho a agradecer por todo o tempo que passamos juntos. Muito obrigada!
Maria Anita Cardoso Aguiar e Família.
Uma crônica para você: Tia Teca... Se você olhar para trás verás uma bela mulher naquela foto,... nem Greta Garbo se assemelha...
Olhar para o meio desconfiada, diria: seria eu mesma?
Passei por tanta coisa, vivi tantos momentos, ...lindos e ao mesmo tempo e outro tempo, tantos momentos tristes...,
Difícil seria recordar
Mais fácil seria esquecer
Mas.....como deixar de lado também ao esquecer .... Tantos momentos alegres que todos tivemos ao seu lado?
Seria como negar a própria existência....
O seu sorriso ....a sua risada mais gostosa....a sua forma simples de ser...e de fazer dos momentos mais difíceis...de encontrar...
A mais pura solução,
.....o mais sublime silêncio , sem incomodar ninguém, se esconde no mato essa flor selvagem que mais me encanta por esse jeito de ser,
Essa conformidade de estar bem com a vida do jeito dela,
De achar graça com seriedade.....
Como pode falar sério  de uma forma irônica, irreverente que eu admiro tanto....
Como pode eu no meio da noite, num dia só ao acaso, Me embrenhar pasto adentro pra te encontrar no meio do mato.....
E lá chegando encontrar a flor do pasto,.....
E eu fui dormir com vc, e ao me esperar vc fez o meu arroz de sal, dizendo assim: " pra vc não esquecer Detinha do seu costume do Brejinho".....
Como posso esquecer dos costumes, se nem mesmo posso esquecer de vc ?...Agora vc olha seus 80 anos  e os 10 ciclos de 8 anos se condensaram como as cores num arco iris fechando o seu ciclo de ouro da vida...
Aldete
                                                                          
TIA TECA
Os anos trazem muitas coisas boas e com certeza a mais marcante é a sabedoria divina que aflora para nos mostrar o sentido da vida e os verdadeiros valores dessa existência: simplicidade, autenticidade e amor.
Tia , a senhora é a nossa  grande mestra...o referencial do simples e feliz, fortaleza silenciosa.
Parabéns pela coragem para viver a sua história com amor e determinação nesses 80 anos. Deus lhe ampare com muita saúde e vitalidade. Te amamos, beijos.
                                                Alaide e filhos
  

Tem coisas na vida que só a experiência é capaz de criar.
A sua serenidade e simplicidade de levar a vida, nos ensina muito.
Deus com certeza vai te presentear com muitos dias iguais a este.
Seu aniversario é um dia precioso para todos nós, porque a sua presença é necessária em nossasvidas.
É gostoso tê-la por perto, receber o seu amor, o seu carinho, principalmente em forma de comida, a senhora sempre tem o carinho de preparar aquele negocinho branco pra mim.
São poucos os netos que tem o privilégio de ter duas avós maternas muitos amadas e presentes. Te amo!

Flávia Hermínia
 
  
 
Neste dia nasceu mais uma estrela pra iluminar nossos corações.
É por isso que nós te amamos tanto!
Feliz aniversário Teté!

Beijo no s
eu coração
Eralda e família.       
Comadre Teté,
 para mim é tudo de bom.
Deus lhe deu sete filhos, E ela confiou estas Jóias para eu administrar.
Aprendi com ela a viver a vida com trabalho e amor e até hoje eu recebo com juros e correção monetária de toda a família Aguiar e Teles de Menezes.
Deus lhe faça muito feliz.
                                              Vone e família

Tia querida.  receba nestas as flores as vivas memórias desta homenagem por sua existência , nos seus 80 anos , viva a sua candura e resistência !! A marca do seu silêncio e da sua discrição nos ensina que a simplicidade é o maior grau de sofisticação Deus te preencha do amor atemporal e da alegria de se reconhecer-se única e especial.
Tia Teca,  a simplicidade é o maior grau de sofisticação e você a representa em sua existência !!
 um abraço da sua sobrinha, Eugenia filha de Luis e Neném !!
                                               Maria José Aguiar silva (Teté) ,

Falar sobre esta irmã me remete a um passado inesquecível. Ela é uma pessoa genial, fazendeira por origem nunca abandona sua tradição. Todavia apesar de chamá-la de Teté, o nosso pai a chamava de BEROCA, não sei o porquê, mas era isso mesmo. Pessoa alegre, grande professora, mãe extremosa, excelente Irmã e esposa dedicada. Amada por todos que tiveram o privilegio de conviver com ela. Hoje o nosso grupo esta meio disperso: Alguns ganhos os quais às vezes nem conhecemos e não nos conhecem perdas irreparáveis como nossos avos, tios, pois, irmãos, esposas (os) e nossos filhos e os quais representaram a maior, mas Deus, na sua infinita bondade, vem nos dando o necessário conforto.
Minha irmã, para encerrar esta homenagem, vou contar aqui uma passagem interessante em nossas vidas. Certa feita, nossa tia Lurdes mandou pedir a nossa mãe que permitisse irmos com ela a são Francisco visitar a sua Irmã Luiza, ao portador do convite, nossa mãe respondeu prontamente: diga a Lurdes que elas vão. Logo que o azulão saiu ela reuniu todos e disse: “Lurdes pediu pra vocês irem a são Francisco eu disse que vocês vão, mas vocês vão dizer que não querem ir”. Quando Lurdes chegou para nos pegar, mamãe disse:” Lurdes eu dei o recado as meninas, mas elas não querem ir mais”. A determinação de mamãe era muito forte. De repente Teté se insurgiu no meio de nós e falou: ”mamãe determinou que não devemos ir”, aí mamãe disse:” eu nunca disse isso”. Quem tem a coragem de desmentir a nossa mãe naquele momento! Nossa  tia foi embora e não sei se Teté levou punição.
Ai esta a minha homenagem.
Minha irmã, que Deus lhe abençoe sempre, com saúde e muita felicidade. Beijo de sua irmã, Marizete e família.·.
Tia TECA,
exemplo mais sincero e puro de simplicidade e equilíbrio
 As visitas a lagarto são sempre repletas de expectativa pelo aconchego, amor e carinho supremos, sempre calorosos e repletos de bênçãos!
Seus sobrinhos
Hermínio e Caciara e sua sobrinha-neta Valentina Hermínia
  
Tia Teté,
 
Gosto muito da senhora e apesar de ser um sobrinho que sempre viveu na cidade, não esqueço a simplicidade e o carinho com que a senhora faz suas receitas de carneiro, queijo caseiro, doce de leite e aquela manteiguinha sexy. 
Neste seu aniversário, aproveito para agradecer a sua hospitalidade quando eu ia para as vaquejadas de Lagarto , quando eu passei no concurso para engenheiro da prefeitura municipal da cidade de Lagarto, foram poucos dias, mas foi muito bom morar com a Senhora e agora a sua visita ao meu filho, Luís Felipe.
Nesta data tão especial não poderia deixar de desejar a senhora muitos anos de vida e muitas felicidades.  Parabéns tia querida que Deus lhe dê muitos e muitos anos de vida.
 Eurípedes Manoel, Rose e Luís Felipe.
TETÉ,
Tenho grande dificuldade para homenagear uma pessoa, mas quando Roza me ligou e perguntou quando eu ia mandar uma mensagem sobre os oitenta anos de Tété, eu sentei e saiu isso.
Aprendi que educação não pode ser confundida com covardia, humildade não significa subserviência, observar não é bisbilhotar, paciência não é preguiça e o mais importante, por maior que seja a dor, ela é sua, não faça os outros compartilhar. Estas características eu vi em você, educada, nunca covarde, humilde, nunca subserviente, paciente, jamais preguiçosa, observadora, jamais bisbilhoteira e sua dor você curte sozinha fazendo com que pensamos que a vida é sempre sorriso para você. Dito isso, quero agradecer por, na escola, ter sido minha primeira mestre professora, com orgulho.
Tété, nada que eu escreva vai demonstrar minha admiração e orgulho de ter você como irmã, e aproveito para agradecer a Deus por todos meus irmãos, os que foram e as minhas irmãs que aqui estão, as quais chamo e peço a benção de “tia”, Roza, Zete, Teté e Niu (essa é mais nova que eu, pelo menos em espírito, não chamo de tia). Quero parabenizar seus filhos pela mãe guerreira, protetora, dedicada e que os ama acima de tudo.
Feliz oitenta anos e bons muitos outros junto a essa imensa família que te ama e adora.
Abraços do seu mano,
MANNO
  

Amada Teté,
Não tenho mais palavras para definir o que sinto por você. Nas homenagens anteriores, todas já foram usadas e não quero repeti-las. Você sabe, no seu silencio, que as palavras nem sempre atinge o nível do que queremos dizer e/ou demonstrar. Pois saiba que apesar de nunca ter lhe dito, meu respeito por você supera o de uma simples cunhada, uma simples amiga, uma simples conhecida. Talvez seja ate maior do que o de uma simples irmã. Na nossa literatura, por mais que procuremos palavras para definir o maior dos sentimentos, ainda é com um simples “TE AMO” que dizemos tudo. Por isso, lembre-se sempre que eu e meus filhos (Mannoelzinho, Nenelle e Danny) te amamos. Quanto a seu irmão, você já sabe. Felicidades agora e sempre. Beijos carinhosos,
Detinha
  



Aracaju, 11 de outubro de 2014.
 Vó Teté,
Sei que hoje é um dia importante na vida de muitas pessoas que estão aqui presente e também para muitas que não estão. Mas, o que vou te dizer, diria em qualquer momento da sua vida, até porque sei que não é muito chegada a comemoração de aniversários como também não sou.
Eu só tive uma avó! E não sei falar de avó se não for de vó Teté. Assim tudo que sei sobre essa relação foi construída só e somente só com a senhora.
Então o que dizer dessa mulher que tive e tenho como referência?
Eu tenho várias imagens sobre ela, mas são duas que prevalecem no meu imaginário.
A primeira é sobre o que me contam do seu passado, da sua juventude e que faço histórias dentro da minha cabeça com todas essas estórias. Mulher valente, que andou por muito a cavalo com seu pai tão bem quanto os homens; de uma beleza irradiante por onde passava que deixava todos e todas admirados. Amante da enfermagem, como também para licenciar. Dona de um casamento forte de não concordância de todos que trouxe laços tradicionais pouco visto, mas o suficiente para perceber ser ela mulher a frente do seu tempo. A segunda imagem dessa mulher eu posso dizer que convivi tempo suficiente para ter segurança do que falo. Mulher essa, que dava seu carinho a sua moda, nas minhas doces férias de criança. Ah, como era bom ser criança!! Essa mulher me prestava carinho fazendo petecas, brincando comigo, fazia meu prato, conversava e brigava também, deixava-me ir ao tanque, só não na semana santa, por que "semana santa" era "semana santa". Dessa eu me lembro muito bem.
Sua forma de ensinar não é mesmo muito convencional, os afagos eram poucos, eram não, são poucos, mas as lições são certezas e diretas que chegam até a doer. Tenho como admiração sua força, sua raça, a firmeza das certezas do que diz. A inspiração de ser uma mulher em terras sergipana em que só homens têm força, ter uma mulher com tanta firmeza tão próxima a mim no que diz e no que faz é de uma grandeza tamanha. Mas essa admiração não vem só de mim, como todos que tiveram o prazer e também o desprazer de conviver perto; admiração de seu marido (vô Profiro, homem calado e de muita estima), de todos os seus filhos e filha, netos que baixaram e baixam a cabeça para ouvi-la. Ensinamentos não lidos nos livros nem nas cartilhas que por vezes foram passados somente através de um olhar. Ensinamentos esses que trazem a certeza que caminho na direção certa com foça, firmeza e gratidão na minha lida diária como mulher, professora, filha, neta, nos percalços que a vida me traz.
Um abraço forte vó, de sua neta.
July






Teté, minha querida irmã!



 FESTA DOS 78 ANOS
No dia de seu aniversário, quando temos a ventura de comemorar seus 80 anos, creio que nem preciso dizer do imenso amor que tenho por você, pois o meu sentimento você conhece desde os primeiros anos de minha vida. A maior prova desse amor que é correspondido foi você me convidar, ainda bem jovem, para batizar seu filho Paulo Augusto.
Neste dia, quero lhe falar mais uma vez da minha admiração por suas qualidades morais, por sua honestidade, seu respeito ao próximo e às tradições, seu companheirismo, seu amor à família, aos amigos e, principalmente, pela solidariedade para com os mais necessitados e por seu espírito eternamente grato pelo mínimo que alguém lhe faz.
Somente as grandes pessoas têm a nobre virtude da GRATIDÃO. Você minha irmã tem, dentre outras, essa grande virtude.
Sua simplicidade no viver é um grande exemplo de sabedoria para nós que vivemos num mundo muito consumista em que se trabalha demais para gastar com coisas supérfluas e no qual a cada dia se sofisticam mais as necessidades, em detrimento de uma vida mais simples, tranquila e saudável.
Você também ensina a todos nós a importância de cultivar as antigas amizades, quando sai de sua casa no interior e viaja quilômetros para visitar parentes ou amigos, principalmente quando estão doentes.
O seu silêncio, a sua aparente mansidão não lhe impedem a dizer o que está certo ou está errado, incomode ou não. Você não pactua com erros para agradar a quem quer que seja.
A sua maneira de viver com simplicidade não lhe impede também de falar explicado e corretamente e de demonstrar seus conhecimentos adquiridos em seus estudos e na vivência diária.
A educação, o respeito, a honradez de seus filhos são o atestado, minha irmã, de que você é uma pessoa realizada. Já disse alguém que: “pelos frutos se conhece a árvore”.
Assim, que Deus lhe abençoe e que tenhamos saúde para comemorar muitas outras vezes seu aniversário.
Deus lhe abençoe, minha irmã.
Um cheiro
Roza